Assessoria Jurídica e os Treinamentos Motivacionais

Atualizado: Abr 12

Quando falamos em assessoria jurídica preventiva em direito empresarial, muitas vezes, encontramos os clientes mergulhados em problemas e desesperados por aumento no faturamento. Nesses momentos, uma das práticas do empresário é desenvolver atividades motivacionais entre seus colaboradores. Atitude louvável, mas que merece a atenção para evitar exageros que podem levar à demandas judiciais “desnecessárias”. Os treinamentos motivacionais são, muitas vezes, fundamentais para manter a equipe unida e engajada nas atividades da empresa, principalmente se a empresa passa por uma fase problemática. E, a princípio, a assessoria jurídica não teria muita ingerência nesse tipo de atitude da empresa, até aparecerem processos de funcionários por danos morais em treinamentos motivacionais. Tudo que envolve consumidor e trabalhador, acaba precisando de assessoria jurídica, porque são as duas pessoas mais importantes do negócio, quem vende e quem compra. Qualquer ato no sentido de alterar o funcionamento nos dois setores acaba respingando, em algum momento, no advogado. Então que não seja para fazer uma contestação, e sim para analisar a atividade que a empresa está organizando para implementar, e aparar as arestas, antes que elas arranhem alguém. O direito preventivo, a assessoria jurídica empresarial, precisa sempre entender o todo da empresa, estar atenta a todos os atos do cliente que possam alterar as situações de fato existentes, pois as alterações podem gerar consequências jurídicas.



2 visualizações

©2008 por BRUM PINHEIRO ASSESSORIA JURÍDICA.